Publicidade
Publicidade
Publicidade

Congresso já entrou em “modo eleição”, afirma research da Necton

Data da publicação

A Necton Investimentos é uma corretora que tem como propósito combinar a experiência e uma trajetória de bons resultados com o vigor, a criatividade e a tecnologia da nova geração. Abra sua conta gratuita aqui para garantir 1 ano de Profit Pro grátis e 1 ano de Clube Acionista Premium.

Data da publicação

Fonte: Freepik

Confira os comentários dos especialistas da equipe Necton Política sobre os movimentos do congresso sinalizando que já entrou em “modo eleição”.

Congresso já entrou em “modo eleição”

COMENTÁRIO RESEARCH: O adiamento da Reforma Tributária era esperado, mas reforça a percepção que o Congresso já entrou definitivamente em “modo eleição”, logo não é razoável supor grandes movimentações até o final do ano no Legislativo. Sabemos que o tema de qualquer Reforma Tributária é complexo, mas este tema está na pauta há mais de um ano e mesmo assim não se acha consenso possível sobre o assunto. Muito provavelmente ficará para a próxima legislatura avaliar o tema.

Reforma Tributária: O presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, senador Davi Alcolumbre (União Brasil/AP), iniciou a sessão nesta manhã apenas para dizer que ela estaria cancelada, devido à falta de quórum.

Publicidade

Na sessão, estava prevista votação da Reforma Tributária (PEC 110/19) e também o projeto de lei sobre liberação de posse de armas para CACs (caçadores, colecionadores e atiradores), ambos vêm se arrastando há semanas no colegiado.

A falta de quórum é estratégica, já que a Casa está cheia de parlamentares por conta do esforço concentrado. No entanto, ainda há muitas pontas soltas no texto da reforma e alguns parlamentares dizem que só irão votar a matéria quando houver consenso.

Ainda não se sabe quando a matéria voltará à pauta, mas sabemos também que o ano eleitoral dificulta o desenvolvimento de temas muito polêmicos, como a alteração do modelo tributário.

Do que trata: A proposta prevê a criação de um modelo duplo de tributação, com dois impostos sobre valor agregado (IVA): um de competência de estados e municípios, chamado Imposto Sobre Bens e Serviços (IBS), e outro de competência da União, chamado Contribuição Social sobre Bens e Serviços (CBS).

O texto também aumenta de 20 para 40 anos o período de transição para o novo imposto de IBS. Ele deverá substituir o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), de competência estadual, e o Imposto sobre Serviços (ISS), municipal. Já o CBS, substituirá a Cofins, a Cofins-importação e o PIS, que são impostos federais.

Cadastre-se gratuitamente na plataforma da Necton com um benefício exclusivo do Clube Acionista e comece a investir hoje!

Autor

A Necton Investimentos é uma corretora que tem como propósito combinar a experiência e uma trajetória de bons resultados com o vigor, a criatividade e a tecnologia da nova geração. Abra sua conta gratuita aqui para garantir 1 ano de Profit Pro grátis e 1 ano de Clube Acionista Premium.

Receba informações do mercado financeiro no seu celular gratuitamente

Compartilhe esse post nas suas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade

Telegram Acionista

Os principais destaques do mercado! A melhor cobertura.

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.