Compras com cartões crescem 18,7% e somam R$ 1,84 trilhão em 2019, diz Abecs

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

Linx
As compras com cartões totalizaram R$ 1,84 trilhão no ano passado, número 18,7% maior que o registrado em 2018, de acordo com dados publicados nesta quarta-feira, 22, pela Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs). Com o desempenho, o segmento de pagamentos digitais atingiu penetração de 43% no consumo das famílias em 2019 contra 38% um ano antes. A meta do setor é chegar a 60% até 2022.

“Tudo indica, com o atual momento, no qual as transações seguem crescendo, que essa meta possa ser atingida até um pouco antes do final de 2022”, disse o presidente da Abecs, Pedro Coutinho, sem mencionar eventuais reflexos da crise de coronavírus no setor de meios de pagamentos. “Atingimos 28% do PIB (Produto Interno Bruto) – ante 24,8% em 2018, uma marca histórica e muito importante para a indústria”, acrescentou, durante vídeo para comentar os resultados do setor.

No ano passado, somente as transações com cartões de crédito registraram, pela primeira vez, um volume acima de R$ 1 trilhão, chegando a R$ 1,16 trilhão, com alta de 19,8% frente a 2018.

Já o volume movimentado no débito foi de R$ 664,4 bilhões, expansão de 15,5%. Por sua vez, os cartões pré-pagos atingiram R$ 22 bilhões, incremento de 73,6%, na mesma base de comparação.

A Abecs também passou a acompanhar o volume de compras que foram pagas com cartões que dispõe da tecnologia de aproximação NFC (Near Field Communication, na sigla em inglês). No ano passado, essa modalidade cresceu 565%, movimentando um total de R$ 6 bilhões.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.

Especial Resultados 3T20 já disponível

Confira os relatórios e comentários sobre o desempenho das empresas neste trimestre.

Aproveite as últimas oportunidades para aproveitar as quedas de 2020