Publicidade
Publicidade
Publicidade

Como a pandemia afetou as Fintechs no Brasil

Data da publicação

Categoria

A Red Ventures é uma multinacional que atua no Brasil no mercado financeiro de forma abrangente, hoje é composta por 4 principais Startups atuando em diversos negócios: Azulis (marketplace de maquininhas de cartões para o microempreendedor), Onze (Previdência Privada como benefício para funcionários), Capital Research (Investimento na bolsa) e IQ (Cartão de crédito)

Categoria

Data da publicação

Empresas que vinham num grande crescimento sofrem com a primeira crise de sua história

Entenda o cenário de Fintechs x Pandemia

A pandemia causada pelo coronavírus não afetou apenas a saúde no mundo inteiro. Também causou um impacto na economia mundial. Muitos negócios tiveram que fechar as portas por conta do isolamento social e a diminuição no consumo. 

As fintechs, startups que trabalham para inovar e otimizar serviços do sistema financeiro, que estavam numa ascendência antes da pandemia, também sentiram com a crise causada pela doença. 

Publicidade

Para quem está pensando em abrir uma conta em alguma fintech brasileira ou pensa em fazer algum tipo de investimento nesses estabelecimentos, é importante saber como está a situação delas desde março e qual a perspectiva para os próximos meses. 

Fintechs do Brasil 

Mesmo sendo uma palavra estrangeira, com certeza já se deparou com uma fintech. NuBank, Guiabolso, Creditas e Original são as principais empresas neste perfil e estão sempre aparecendo nas mídias sociais. E esses são apenas alguns exemplos de empresas, pois estão registradas mais de 400 empresas desse estilo no país. 

Desde 2016, ano que as fintechs começaram a surgir no Brasil, essas empresas vinham em ascensão e ganhando a confiança do público brasileiro, principalmente o mais jovem. 

Como oferecem um serviço de maneira mais direta, deixando mais simples a administração das finanças, sem precisar numa agência bancária física, muitas pessoas se sentiram atraídas pelas fintechs. 

Os efeitos da pandemia nas Fintechs

2020 foi um ano bastante diferente para as fintechs. O coronavírus afetou o mundo inteiro, forçando as pessoas ficarem dentro de casa. Com o surgimento da doença há quase um ano, mais de 51 milhões de pessoas foram infectadas, vitimando mais de um milhão de 

De acordo com os especialistas, esse é o primeiro grande teste dessas empresas. Isso porque a maioria delas são consideradas pequenas e médias empresas. Vale lembrar que são mais de 400 fintechs, porém, é só um punhado que possuem uma estrutura tão grande quanto o Nubank e o Original. 

Por conta da diminuição da circulação de dinheiro e muitas empresas tendo que fechar as portas, há um aumento da taxa de inadimplência. Essa é uma situação inédita para as fintechs, já que nunca passaram por uma crise econômica antes. 

Publicidade

Isso fez com que as fintechs pedissem ajuda ao Banco Central para aumentar o dinheiro em caixa para fazer mais empréstimo aos clientes. Uma outra forma de ajuda veio do Conselho Monetário Nacional (CMN), autorizando que fintechs de crédito passassem a emitir cartões de crédito digitais para facilitar o acesso dos clientes ao crédito das startups. 

Facilidades que as Fintechs ofereceram aos clientes

Mas nem tudo foi problema para as fintechs. Pelo contrário, eles também oferecem muitas soluções para os clientes. Em um período onde as pessoas não poderiam sair de casa e evitar aglomerações, foram oferecidas muitas facilidades no pagamento de contas, que puderam ser feitas pela internet

Outro exemplo de serviço que as fintechs ofereceu facilidades foi justamente os empréstimos, pois muitas empresas precisaram desse dinheiro extra. Não houve a necessidade de ir num banco carregando uma pastinha com documentos e uma enorme papelada para pedir um simples empréstimo. Essas empresas oferecem esse serviço sem precisar encarar toda essa burocracia.

Autor

A Red Ventures é uma multinacional que atua no Brasil no mercado financeiro de forma abrangente, hoje é composta por 4 principais Startups atuando em diversos negócios: Azulis (marketplace de maquininhas de cartões para o microempreendedor), Onze (Previdência Privada como benefício para funcionários), Capital Research (Investimento na bolsa) e IQ (Cartão de crédito)

Receba informações do mercado financeiro no seu celular gratuitamente

Compartilhe esse post nas suas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade
Publicidade

Telegram Acionista

Os principais destaques do mercado! A melhor cobertura.

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.