Código das Ações: o que são e como funcionam

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

Para iniciar seus investimentos na Bolsa de Valores, é preciso entender que as ações representam um parte acionária da empresa e o processo de compra e venda de ações é por meio do código das ações.

Entender o significado de cada sigla, letra e número pode ajudar você a entender o tipo de ação que você está comprando e os benefícios por trás do código.

De certa forma, é bem simples o entendimento, na prática e convivência no mercado você verá que, em alguns casos, estarás falando o código da ação ao invés do nome da empresa. Além disso, o conhecimento facilitará na hora de investir em seu Home Broker.

Veja com mais detalhes

  • Conheça o significado dos códigos das ações
  • Tipos de Ações
  • Como funcionam os números

Conheça o significado dos códigos das ações

Para começar a pesquisar as empresas na Bolsa, navegar pelo seu Home Broker e começar a ver os preços das ações, você precisará realizar sua busca via os códigos das empresas, que são compostos por quatro letras e um número.

As letras representam a empresa e os números as condições para tal empresa.

Por exemplo, para buscar as ações da Petrobras, você precisa digitar os códigos PETR4 (para ações PN) ou PETR3 (para ações PN).

Caso queira saber com mais profundidade a diferença entre Ações ON e PN, temos um artigo exclusivo falando sobre este tema: Ações ON e PN, entenda as diferenças e a rentabilidade

Este mesmo processo pode ser feito para encontrar qualquer outra empresa de seu interesse.

Contudo, apesar dos códigos da empresas finalizarem principalmente com o final 3 ou 4, existem outros que são importantes conhecer. Pois há várias diferenças entre os códigos do mercado à vista, mercado fracionário e mercado a termo.

Confira com mais detalhes abaixo…

Tipos de Ações

Confira os principais tipos de ações disponíveis e o que significam. Cada letra ou número pode alterar o significado do código, por este motivo é preciso entender o que cada um significa.

Abaixo destacamos os principais significados entre o mercado a vista e o fracionário.

Mercado à vista: as letras representam a empresa e o número faz referência ao tipo de ação. Por exemplo: PETR4 (Petrobras), VALE3 (Vale S.A), ITUB4 (Itaú), etc.

Mercado fracionário: geralmente a venda tradicional (no mercado à vista) é realizada em cotas de 100 ações, ou seja, o mercado fracionário permite que você compre entre 1 e 99 ações. Para encontrar essa opção em seu home broker, basta colocar no fim do código tradicional a letra F. Por exemplo: PETR4F (Petrobras), VALE3F (Vale S.A), ITUB4F (Itaú).

Como funcionam os números

Agora que você já entendeu que as letras iniciais representam a empresa, confira agora os significados dos números com o qual acompanham os códigos.

Final com código 1 (um): Significa o direito de subscrição de uma ação ordinária (ON).

Ações com final neste código, significam o direito de compra destes papéis com prazos e preços pré-definidos. Caso não tenha o interesse em exercer o direito de subscrição, é possível vender para outro no mercado secundário.

Final com código 2 (dois): Significa o direito de subscrição de uma ação preferencial (PN).

Ações com final neste código, assim como especificado acima, você tem um prazo e um preço pré-definido para comprar o direito dos papéis. Caso não tenha interesse é possível vender no mercado secundário (direto do seu home broker).

Final com código 3 (três): Ações ordinárias -ON-.

São aquelas tradicionais com direito a voto para quem é acionista. Quanto mais ações deste código você tiver, maior o peso do voto. Exemplo: PETR3 (Petrobras), VALE3 (Vale S.A), BBAS3 (Banco do Brasil).

Final com código 4 (quatro): Ações preferenciais -PN-.

Os códigos com este final dão a prioridade no recebimento de dividendos. Exemplo: PETR4 (Petrobras), ITUB4 (Itaú), etc.

Finais com código 5 (cinco), 6 (seis), 7 (sete) e 8 (oito): São ações preferenciais de diferentes classes. A (PNA), B (PNB), C (PNC) e D (PND), respectivamente.

O número 5 representa as ações preferenciais classe A de uma empresa. Exemplo é a USIM5 (Usiminas).

O número 6 representa as ações preferenciais classe B de uma empresa. Exemplo ELET6 (Eletrobras).

Os números 7 e 8 representam respectivamente as ações preferenciais classe C e D de uma empresa.

Final com código 9 (nove): Significa Recibo de subscrição sobre ações ordinárias

Refere-se à conclusão da compra referente ao citado acima com a ação com código 1 (um). Portanto ao exercer este direito, antes da ação entrar na sua carteira, ela ganha o final 9.

Final com código 10 (dez): Significa Recibo de subscrição de ações preferenciais

Refere-se a conclusão da compra citado acima, porém através das ações preferenciais. Ou seja, é a conclusão do direito referente a subscrição com final 2, ganhando o final 10 antes de entrar na carteira.

Final com código 10 (dez): São Unidades (“Units”) e BDR 

As “Units”, são “pacotes” com PNs e ONs em uma proporção específica, ou seja, negociadas em grupo. Já as BDRs (certificados de depósito brasileiros) são certificados de depósitos de ações de empresas no exterior negociadas na Bolsa.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.