Buscando sinergia com as necessidades da região e reconhecendo o artesanato sustentável como um importante ativo local, a Coca-Cola Brasil (COCA34) anuncia uma nova etapa do seu programa “Coca-Cola Dá Um Gás – Mulheres” no Amazonas, com a abertura de 200 vagas para capacitação de empreendedoras de Manaus e Parintins. A iniciativa, voltada ao empoderamento feminino, está alinhada ao objetivo global de contribuir com o desenvolvimento econômico e sustentável das comunidades.

Somado ao aporte do último ano, o programa “Coca-Cola Dá Um Gás – Mulheres” totaliza mais de meio milhão em investimentos e já abriu mais de 2.200 vagas para mulheres somente nesta região. “Nossa missão neste projeto é transformar a percepção sobre o artesanato, valorizando a arte, as peças produzidas e, principalmente, as profissionais que as fazem, dando protagonismo a essas mulheres. Queremos ajudar a quebrar o ciclo de vulnerabilidade social com a aceleração desses negócios e permitir que o mundo conheça o potencial dessas empreendedoras”, destaca Katielle Haffner, Diretora de Sustentabilidade e Relações Corporativas da Coca-Cola Company para Brasil e Cone Sul.

Imagem: Divulgação

Legado e geração de renda

Realizado em parceria com o Sebrae, Associação Cidadania Social e Sustentabilidade (ACSSUS), o Nossa Praia e o Governo do Estado do Amazonas, o projeto conta, além das vagas para capacitação, com a entrega do Ateliê “Ecojóias do Brasil”. O objetivo é deixar um legado para a cidade e fomentar a geração de renda durante todo o ano para as empreendedoras locais.

Cedido pela ACSSUS, o espaço, inaugurado durante o Festival de Parintins ( no último fim de semana de junho), funcionará como estúdio completo com equipamentos necessários para a criação das joias. Serão também disponibilizados recursos para a produção de fotos e vídeos para a divulgação das peças online, visando impulsionar os negócios das artesãs participantes – e suas respectivas ecojóias produzidas na Amazônia – para além do país.

“Nosso olhar como companhia é inspirado pela força de brasileiros e brasileiras que movem o país com empreendedorismo, muitas vezes impulsionado pela necessidade. E quando compreendemos o contexto em que estamos inseridos nessas comunidades, percebemos como podemos contribuir a longo prazo para o seu desenvolvimento socioeconômico”, finaliza a executiva.

Ao final da capacitação, 30 participantes do “Coca-Cola Dá Um Gás – Mulheres” serão aceleradas pela companhia com capital semente. Para fomentar o empreendedorismo ou ampliar seus negócios, também estará disponível o acesso ao Programa Crédito Rosa, um financiamento exclusivo para mulheres, gerido pela Secretaria de Estado de Assistência Social, em parceria com a Agência de Fomento do Estado do Amazonas (AFEAM).

(Enviado por Imprensa Coca-Cola Brasil)

Publicidade

CONHEÇA A COBERTURA QUE VAI

AUMENTAR SEU DINHEIRO NOS INVESTIMENTOS

Agendas, Análises, Recomendações, Carteiras e muito mais!