Chuvas em menor volume podem impactar lavouras segundo boletim de monitoramento

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

Publicado nesta terça-feira (24), o mais recente Boletim de Monitoramento Agrícola da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) aponta que as chuvas durante a primeira quinzena de novembro foram irregulares e mal distribuídas na maior parte da região Centro-Sul do país, e causaram impactos no desenvolvimento das lavouras. O monitoramento realizado pela estatal visa avaliar as condições atuais das lavouras em decorrência dos fatores agronômicos e eventos climáticos recentes, a fim de auxiliar na estimativa da produtividade.

De acordo com o estudo, na região Sul, o baixo volume de precipitações favoreceu o avanço da maturação e a colheita do trigo nos três estados. No entanto, tem afetado a evolução da semeadura e o desenvolvimento dos cultivos de verão.

Já no Centro-Oeste, os gráficos de evolução do Índice de Vegetação (IV), que demonstram o comportamento das lavouras, apontam um atraso na semeadura dos cultivos de verão. As curvas de evolução do Índice da safra atual estão abaixo da média histórica e da safra passada. Nesta região, somente o estado de Goiás recebeu volumes significativos de chuvas, o que também ocorreu com Minas Gerais, na região Sudeste.

Na região do Matopiba, que abrange os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, o IV encontra-se próximo ou acima da média, com maiores volumes de chuva do que o Centro-Sul do país.

Confira aqui o Boletim de Monitoramento dos Cultivos de Inverno e Verão Novembro/2020.

Mais informações para a imprensa:
Gerência de Imprensa
(61) 3312-6338/ 6344/ 6393/ 6389/ 2256
[email protected]

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos