Publicidade

Campanha LGBT+ do Burger King (BKBR3): veja como ações de marketing podem afetar o investidor

Data da publicação

Matérias por 1Bilhão – Educação Financeira; Fabrizio Gueratto; e Gueratto Press.

Data da publicação

O Burger King (BKBR3), empresa de fast-food brasileira, lançou recentemente uma campanha comercial apoiando o mês do Orgulho LGBTQIA+ intitulada: “Para mim todo mundo pode amar”. A produção mostra crianças pequenas explicando o significado da palavra diversidade.

No entanto, a proposta adotada pela marca teve uma repercussão negativa nas redes sociais por parte do público. Por conta disso, alguns investidores ficaram receosos com as ações da rede, que chegaram a cair no mesmo período.

Assista também ao vídeo para entender o assunto com mais detalhes:

O que olhar na hora de investir?

A primeira questão que o investidor deve prestar atenção ao comprar ações de uma empresa pela primeira vez são as pessoas que administram a instituição. Afinal, são os gerentes e diretores que tomam as decisões importantes. 

“Quando a gente investe em uma empresa, precisamos entender todo o contexto e como suas ações podem atingir sua posição dentro da Bolsa de Valores”, afirma Fabrizio Gueratto, Financista do Canal 1Bilhão Educação Financeira.

Marketing agressivo e posicionamento

A partir do momento que uma empresa abre capital, sua responsabilidade não é mais apenas com o consumidor final, mas também com os acionistas. Sendo assim, não dá para fazer tudo, independente se a campanha de marketing estiver certa ou errada.

Do ponto de vista do investidor, é importante saber o posicionamento da marca diante a imprensa e redes sociais. Principalmente, dos seus diretores. 

Campanha LGBT+ do Burger King (BKBR3): veja como ações de marketing podem afetar o investidor

Logomarca do Burger King

Burger King

Muitos economistas afirmam que a Bolsa não é composta só por pessoas, mas também pelas ideologias e princípios que as mesmas carregam. Por isso, as empresas fazem reuniões de análise de mercado com frequência.

“A equipe de publicidade do Burger King deve ter pensado nos principais riscos e benefícios da campanha, sabendo da polêmica que iria dar. Então, eles fizeram justamente para ser repercutido. Colocar crianças e um assunto delicado como o movimento LGBTQIA+ juntos com certeza dividiria opiniões”, explica Gueratto.

Contudo, campanhas assim podem impactar o investidor. Portanto, é um marketing ousado, mas do ponto de vista financeiro, pode prejudicar.

Madero

No começo da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), Junior Durski, dono do Grupo Madero, fez declarações afirmando que o país não podia parar por causa de 5 ou 7 mil mortes. Na mesma época, as pessoas decidiram boicotar o restaurante. Com isso, muitos deixaram de frequentar o estabelecimento.

A empresa está pensando em abrir capital no final deste ano. Entretanto, Durski perdeu a credibilidade tanto com os consumidores quanto com futuros investidores. Além disso, o grupo acumulou uma dívida que alcança R$ 2,4 bilhões.


OPORTUNIDADES EM UM SÓ LUGAR

Venha conhecer o Clube Acionista, a plataforma que reúne recomendações de mais de 60 especialistas de mercado em um só lugar. A facilidade de não precisar sair procurando por boa informação em diferentes canais. O cadastro é totalmente gratuito. Aproveite!

Você também pode acessar tudo sobre onde investir no Portal Acionista e gratuitamente pelo nosso canal do Telegram.

Autor

Matérias por 1Bilhão – Educação Financeira; Fabrizio Gueratto; e Gueratto Press.

Receba informações do mercado financeiro no seu celular gratuitamente

Compartilhe esse post nas suas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade
Publicidade

Telegram Acionista

Os principais destaques do mercado! A melhor cobertura.

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.