Setor de Locadoras: Cade pode barrar fusão entre Localiza e Unidas

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

O Cade pode recusar a proposta de fusão entre as locadoras de veículos Localiza e Unidas em meio a preocupações com a concorrência desleal.

A única maneira de as empresas garantirem o apoio do órgão regulatório seria pela adoção de medidas restritivas; como vendas de ativos e restrições comportamentais, disse uma fonte familiarizada com o assunto.

Caso fosse aprovado em seu formato atual, a fusão criaria uma empresa com 60% de participação de mercado podendo sufocar outras firmas do setor, segundo fonte, que pediu anonimato porque as negociações não são públicas.

A proposta foi apresentada formalmente ao Cade no início de 2021; e o fato de a Localiza já ter firmado parceria com a Hertz no Brasil vai complicar ainda mais o pedido, acrescentou a fonte. O órgão tem agora 240 dias para julgar o caso.

Impacto: Marginalmente Negativo. Caso não adotem medidas restritivas, a fusão entre Localiza e Unidas criaria empresa com 60% do mercado; gerando uma desestabilização do setor devido à concorrência desleal. No entanto, acreditamos que as companhias já estavam cientes das condições desde o início e por isso devem vender alguns ativos e tomar outras ações que facilitem a aprovação da medida.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos