CIELO (CIEL3): Cade revoga medida que suspendia parceria com o WhatsApp

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

O Cade revogou a medida cautelar que suspendia a parceria do Facebook com a Cielo.

O acordo prevê a criação de um sistema de pagamentos no país pelo WhatsApp.

Entretanto, o serviço não deverá funcionar em breve; pois o Banco Central bloqueou o acordo na semana passada por conta de questões relacionadas às bandeiras Visa e Mastercard.

Um representante do WhatsApp disse que a empresa espera continuar atuando junto às autoridades brasileiras para restaurar o serviço em breve.

Impacto: Marginalmente positivo. Apesar da revogação do Cade da medida que suspendia a parceria representar um primeiro passo, o serviço só poderá ser iniciado quando o Banco Central aprovar. Para que isto ocorra, porém, ainda não há nenhuma data ou sinalização de que se iniciará em breve.

Receba conteúdos diariamente por e-mail

Guide Investimentos

Guide Investimentos

A Guide é uma plataforma aberta de investimentos que guia pessoas para que o dinheiro não limite a vida. Conheça mais sobre os conteúdos da corretora em www.oguiafinanceiro.com.br

Você pode se interessar por

Publicidade

Receba notícias pelo Telegram

Leia também

Tire dúvidas sobre investimentos

Últimas atualizações sobre

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.