BR MALLS PAR (BRML3) – Aprovação de emissão de R$ 500 milhões em debêntures perpétuas simples

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

O conselho de administração da BRMalls aprovou a 8ª emissão de debêntures perpétuas, simples da companhia, não conversíveis em ações, no valor total de R$ 500 milhões. A operação será realizada em série única, com esforços restritos.

• Serão emitidas 50 mil debêntures no valor unitário de R$ 10 mil;

• A remuneração oferecida para os papéis será composta pela Taxa DI mais um prêmio de 2,30% ao ano;

• Os recursos obtidos com a emissão serão destinados para reforço de capital de giro e/ou alongamento de perfil de endividamento da companhia.

A companhia encerrou set/20 com dívida liquida de R$ 2,46 bilhões equivalentes a 3,9x o EBITDA ajustado de 12 meses. O custo médio da dívida era de 4,2% ao ano com prazo de 3 anos.

A BRMalls encerrou o 3T20 com lucro líquido de apenas R$ 7,8 milhões, queda de 97% em relação ao lucro de R$ 258,5 milhões no 3T19. Em 9 meses o resultado ficou negativo em R$ 493,3 milhões.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email