Publicidade

Bradesco alerta que PEC dos Combustíveis impõe risco de déficit primário em 2022

Data da publicação

Categoria

“O Estado de S. Paulo” é o mais antigo dos jornais da cidade de São Paulo ainda em circulação . Em 4 de janeiro de 1875, ainda durante o Império, circulava pela primeira vez “A Província de S. Paulo” – seu nome original.

Categoria

Data da publicação

O Bradesco reduziu a sua projeção de superávit primário do setor público consolidado em 2022, de R$ 40 bilhões para R$ 2,3 bilhões, devido às desonerações estabelecidas pelo PLP 18, sancionado na semana passada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL). Em relatório, o banco alerta que a PEC dos Combustíveis – aprovada na quinta-feira, 30, pelo Senado – impõe o risco de um déficit primário no ano.

“Há um avanço de pautas que ampliam desonerações e dispêndios governamentais, o que reduz a probabilidade de um superávit primário neste ano. Algumas medidas devem ficar restritas a 2022, mas outras têm caráter permanente, com consequências para a trajetória da dívida pública”, diz o relatório mensal de macroeconomia do banco, assinado pelo economista-chefe do Bradesco, Fernando Honorato Barbosa.

Nas contas do banco, as desonerações de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) estabelecidas pelo PLP 18 impõem uma perda permanente de receitas da ordem de 1% do PIB para Estados e municípios, enquanto a zeragem de PIS/Cofins sobre gasolina e etanol implica em uma renúncia de R$ 17 bilhões para o Governo Central em 2022.

A PEC dos Combustíveis ainda pode elevar as despesas federais em R$ 40 bilhões este ano.

O Bradesco observa que o aumento dos juros nos países desenvolvidos e o quadro fiscal mais desafiador levaram a uma intensa depreciação do real no último mês. Apesar disso, o banco manteve as projeções para o dólar no fim de 2022 e 2023, de R$ 5,0.

“Nosso cenário base pressupõe o estabelecimento de uma política fiscal consistente para os próximos anos, capaz de inverter o crescimento da relação dívida/PIB”, diz o texto.

Autor

“O Estado de S. Paulo” é o mais antigo dos jornais da cidade de São Paulo ainda em circulação . Em 4 de janeiro de 1875, ainda durante o Império, circulava pela primeira vez “A Província de S. Paulo” – seu nome original.

Informações + Recomendações de investimentos em um só lugar

Compartilhe esse post nas suas redes!

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.