Bolsonaro: Não tem como acabar com 13º salário porque está na Constituição

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje, em live nas redes sociais, que é impossível “acabar com o 13º salário” porque o benefício está na Constituição Federal. A fala do presidente surgiu quando Bolsonaro explicava que havia sido vítima de notícias falsas em 2002, quando apoiou uma reforma trabalhista proposta pelo governo Fernando Henrique Cardoso – Bolsonaro era deputado federal na época. Na ocasião, segundo Bolsonaro, seus críticos diziam que ele defendia o fim do 13º, enquanto ele diz defender tão somente uma “flexibilização”.

“Não tem como acabar isso porque está no artigo 7º da Constituição. O que era flexibilizar? Licença-gestante, que você poderia parcelar. O 13º poderia antecipar em comum acordo com o patrão. Eu fui um dos sobreviventes de 2002. Estivemos com o Temer em 2017, votei novamente favorável. Mas não é por isso que eu vou querer censurar as redes sociais”, afirmou Bolsonaro, em referência ao projeto de lei das fake news, aprovado no Senado Federal, e que agora seguirá para a Câmara.

Ainda sobre o PL, Bolsonaro disse que, apesar de “todo o respeito que tenho ao Parlamento”, se o projeto for aprovado pela Câmara, o presidente fará uma consulta popular para decidir o que será e o que não será vetado. “O Parlamento pode derrubar os vetos, se entender que tem que ser derrubado, faz parte da regra do jogo”, afirmou o presidente.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.