MANHÃ DO MERCADO: Bolsas mundiais tem novo dia positivo nesta sexta-feira

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

Terra

MUNDO

Bolsas mundiais tem novo dia positivo nesta sexta-feira, com a retomada do diálogo entre EUA e China sobre o acordo comercial.

Índices futuros nos EUA sobem mais de 1% nesta manhã, S&P 500 +1,05% e Dow Jones +1,01%.

Em teleconferência nesta madrugada, representantes comerciais dos EUA e China retomaram o diálogo sobre as negociações comerciais, segundo a CNN americana, após duras críticas do presidente americano, Donald Trump, contra a China nas últimas semanas, principalmente em relação ao Covid-19.

Os Índices na Europa também apresentam abertura positiva, com Euro Stoxx subindo +0,73%.

O dia é de agenda importante nos EUA, com a divulgação do Payroll, a expectativa é de que tenham sido destruídos 22 milhões de empregos no país no mês de abril, ante 701 mil no mês de março, dando dimensão do impacto da crise no desemprego.

Também é esperada a divulgação da taxa de desemprego, com expectativa de que o indicador chegue a 16%, ante 4% em março.

O petróleo opera em leve alta, Brent +0,88% e WTI +0,85%.

BRASIL

No Brasil, tivemos a divulgação de alguns dos principais índices de inflação brasileira.

O IGP-DI variou 0,05% em abril, desacelerando em relação a março (1,64%), acumulando 1,8% no ano e 6,10% em 12 meses, com item de relativo à queda dos preços de combustíveis sendo um dos principais responsáveis pela desaceleração do índice.

Também tivemos o IPC-S da primeira semana de maio recuando 0,34% e ficando 0,16 p.p abaixo da última taxa divulgada.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.