Bolsas asiáticas fecham sem direção única, à espera de acordo comercial EUA-China

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta terça-feira, com algumas delas estendendo ganhos com a expectativa de que o acordo comercial a ser assinado por EUA e China beneficie a economia regional e outras realizando lucros, após acumularem ganhos recentes com base nessa visão otimista.

Voltando de um feriado nacional no Japão, o índice Nikkei subiu 0,73% em Tóquio hoje, a 24.025,17 pontos, impulsionado por ações dos setores de eletrônicos e siderúrgico, enquanto o sul-coreano Kospi avançou 0,43% em Seul, a 2.238,88 pontos, com a ajuda de papéis de bancos e de varejistas, e o Taiex se valorizou 0,55% em Taiwan, a 12.179,81 pontos.

Investidores na Ásia e em outras partes do mundo aguardam a formalização em Washington, nesta quarta-feira (15), do acordo comercial preliminar fechado entre EUA e China. O pacto, cujos detalhes ainda não são conhecidos, prevê a retirada de parte das tarifas que os dois países impuseram a produtos um do outro desde meados de 2018 e que a China amplie compras de bens agrícolas dos EUA.

Antes da assinatura do acordo, os EUA decidiram retirar a China ontem de sua lista de países que “manipulam” moedas.

Nesta madrugada, a China divulgou os últimos números de sua balança comercial. Em dezembro, as exportações e importações chinesas tiveram ganhos anuais de 7,6% e 16,3%, respectivamente. Economistas consultados pelo The Wall Street Journal previam altas menores, de 4% das exportações e de 9% das importações.

Em parte como resultado da disputa comercial com os EUA, as exportações da China avançaram apenas 0,5% ao longo de 2019, depois de crescerem quase 10% no ano anterior.

Nos mercados chineses, que vinham numa tendência de valorização alimentada pelo acordo sino-americano, prevaleceu a realização de lucros hoje. Na China continental, o Xangai Composto recuou 0,28%, a 3.106,82 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto caiu 0,23%, a 1.818,13 pontos, enquanto, em Hong Kong, o Hang Seng teve baixa de 0,24%, a 28.885,14 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana não apenas ficou no azul como terminou o pregão em novo patamar recorde. O S&P/ASX 200 subiu 0,85% em Sydney, a 6.962,20 pontos.

Com informações da Dow Jones Newswires.

Sergio Caldas

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Descubra os segredos e técnicas de

GUSTAVO

CERBASI

Descubra os segredos e técnicas de

GUSTAVO

CERBASI