Bolsa de Valores- 10 ações mais descontadas desde o coronavírus

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

“É importante observar a trajetória das empresas ao longo do ano, analisando se isso pode indicar algo e prever um futuro que ainda não foi escrito”

O mês de março ficou marcado na história da bolsa de valores brasileira após a mesma apresentar a maior queda mensal desde 1998, com uma baixa de quase 30% por c onta do início da crise novo coronavírus (covid-19).

Desde então, é possível notar uma oscilação constante na B3. Além disso, depois do índice Ibovespa chegar ao patamar dos 100 mil pontos em julho, não houve mudanças significativas diante deste número, deixando assim o mercado e, principalmente, os novos investidores inseguros graças ao cenário atual.

Por isso, o Financista do canal 1Bilhão Educação Financeira, Fabrizio Gueratto, fez um levantamento sobre as 10 maiores empresas da bolsa, relacionando desde sua mínima, até os dias de hoje, ou seja, vendo o quão descontadas elas estão. 

Segundo Fabrizio Gueratto, o investidor não deve observar apenas o valor da ação.

“Quando se está de olho em algum papel, independente do peso que o título tem n o mercado nacional, não basta apenas olhar a variação do último mês e o seu valor naquele momento, existem inúmeros outros fatores relevantes a serem considerados na hora de investir em uma ação. É importante observar a trajetória da empresa ao longo do ano, analisando se isso pode indicar algo e prever um futuro que ainda não foi escrito. Portanto, o iniciante deve ser curioso, aprender a enxergar a estratégia da trajetória da ação que tem interesse e colocar a mão na massa”, completa. 

Desta forma, segue a lista com as 10 maiores empresas descontadas na bolsa após o novo coronavírus: 

10 – Itaú Unibanco (ITUB4)

Mínima: 23 de março 2020 – R$20,52

Atualmente: 22 de setembro 2020 – R$23,10

Subiu: 12,57%

9 – Santander (SANB11) 

Mínima: 23 de março – R$24,32 

Atualmente: 22 de setembro – R$27,49

Subiu: 13%

8 – Ambev (ABEV3)

Mínima: 16 de março – R$11,03

Atualmente: 22 de setembro R$12,79

Subiu: 15,96%

7- Banco Bradesco (BBDC4)

Mínima: 23 de março – R$16.06

Atualmente: 22 de setembro R$19,84

Subiu: 23,54%

6 – Banco do Brasil ou BRASIL (BBAS3)

Mínima: 23 de março – R$22,13

Atualmente: 21 de setembro – R$30,79

Subiu: 39,54%

5 – Vale S.A. (VALE3)

Mínima: 23 de março – R$34,10

Atualmente: 22 de setembro – R$57,68

Subiu: 69,15%

4 – B3 (B3SA3) 

Mínima: 23 de março – R$30,45

Atualmente: 22 de setembro – R$56,28

Subiu: 84,83%

3 – PETROBRAS (PETR4)

Mínima: 18 de março – R$11,29

Atualmente: 22 de setembro – R$21,11

Subiu: 86,88%

2 – WEG (WEGE3) 

Mínima: 18 de março – R$ 26,47 

Atualmente: 22 de setembro – R$63,52

Subiu: 139,97%

1 – MAGAZINE LUIZA (MGLU3)

Mínima: 18 de março – R$28,81 

Atualmente: 22 de setembro R$87,83

Subiu: 204,86%

Com isso, o Financista aponta que para entrar no mercado de ações é preciso ser bastante curioso e atualizado. “Não existe investimento sábio sem antes uma boa pesquisa. Por isso, o mais aconselhável é contar com a ajuda de um consultor especialista para receber indicações sobre os melhores caminhos de acordo com o seu perfil de investidor, ou acompanhar algum canal, veículo ou portal de investimentos para sempre se manter atualizado com o que acontece de mais importante no mercado financeiro”, afirma. 

Sobre 1Bilhão Educação Financeira

O Canal 1Bilhão Educação Financeira leva educação financeira em uma linguagem simples, resumida e disruptiva, para que o investidor aprenda a acumular riquezas, preservar o poder de compra e aumentar a sua rentabilidade com investimentos com alta expectativa de retorno. Fundado pelo jornalista, escritor e palestrante Fabrizio Gueratto, eleito em 2018 com um dos mil paulistanos mais influentes e que atua a mais de 12 anos no mercado informações financeiras. O canal tem como o slogan “investimento não é cassino” e foca em desconstruir na cabeça do brasileiro a ideia de que é preciso acertar sempre o investimento da moda. O planejamento pat rimonial de qualquer pessoa, independente da sua classe social deve começar ainda na infância e continuar até o final da vida. Além disso, o conteúdo também revela as pegadinhas que existem dentro do mercado financeiro e como desviar delas.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também