LINX (LINX3): B3 questiona a multa na proposta de aquisição da Stone

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

A B3 notificou a Linx de que a multa prevista aos acionistas da empresa no caso de não aprovarem a dispensa do ingresso da companhia criada após a incorporação no Novo Mercado infringe as regras do segmento.

O ofício, produzido pelas superintendências de listagem e de regulação da B3 diz que analistas de empresa listada no Novo Mercado não podem sofrer qualquer tipo de influência que prejudique ou vicie o voto na deliberação de que trata o artigo 46 de seu regulamento.

Este artigo 46 diz que, em caso de reorganização societária que envolva a transferência da base acionária da companhia; as sociedades resultantes devem pleitear o ingresso no Novo Mercado em até 120 dias. Se não pretenderem fazer o pleito, precisarão da aprovação da maioria dos titulares das ações em circulação presentes em assembleia.

A B3 estabeleceu que a companhia divulgue o ofício e adote medidas cabíveis para garantir que seus acionistas deliberem sobre a dispensa de adesão ao Novo Mercado sem que lhes seja imposto qualquer ônus, especialmente a multa prevista.

Em caso de a Linx não cumprir a determinação até dia 30, será caracterizado descumprimento das regras, sendo possível a aplicação de sanções.

O mercado espera que a Linx não descumpra as regras da bolsa. E caso o faça, casas internacionais de recomendação de voto, podem recomendar o contrário.

Impacto: Marginalmente Negativo. Com a B3 esclarecendo que o estabelecimento da multa na proposta da Stone infringe as regras da listagem no Novo Mercado; a Linx agora deve prestar atenção dobrada para que não descumpra as regras da Bolsa. Caso isto ocorra, poderá ser mal visto pelo mercado.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Leia também