Atividade na indústria da construção volta a crescer em agosto, diz CNI

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

Guide
Após deixar para trás o pior momento da crise decorrente da pandemia de covid-19, a atividade na indústria da construção civil voltou a crescer em agosto, de acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Em uma escala na qual valores acima de 50 pontos significam crescimento em relação ao mês anterior, o indicador de evolução da atividade no setor registrou 51,4 pontos em agosto.

O resultado representa um aumento de 3,3 pontos em relação à posição do indicador em julho deste ano. Além disso, o índice de atividade chegou ao maior patamar desde junho de 2011. Já a componente que mede a evolução do emprego na construção civil melhorou 2,7 pontos e chegou aos 49,5 pontos no mês passado, bem próximo da linha divisória dos 50 pontos.

A indústria da construção segue registrando desempenho cada vez mais favorável após a forte redução da atividade em abril. “Os índices de evolução do nível de atividade e do número de empregados continuaram em trajetória de recuperação”, avaliou a CNI, no documento Sondagem Indústria da Construção.

A entidade destaca ainda que a Utilização da Capacidade Operacional (UCO) na construção civil retornou em agosto ao nível pré-crise. Com um aumento de 2 pontos porcentuais no mês passado, a UCO alcançou 60%. O desempenho é igual ao de agosto de 2018, e superior ao do mesmo mês do ano passado.

Já o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI-Construção) apresentou melhora pelo quinto mês consecutivo, com alta de 2,7 pontos em agosto, chegando a 56,7 pontos numa escala na qual valores acima de 50 pontos indicando otimismo por parte dos executivos. Desde abril, apesar da pandemia, o indicador acumula uma elevação de 21,9 pontos.

Entre os componentes do ICEI – Construção, o índice de condições atuais chegou a 46,1 pontos, enquanto o índice de expectativas foi alcançou 62,0 pontos.

“Os empresários da indústria da construção mostram confiança cada vez maior e expectativas mais positivas para os próximos seis meses. A intenção de investimento também seguiu tendência de alta”, apontou a CNI. “A intenção de investimento alcançou 44,4 pontos em agosto, após aumento de 4,9 pontos. É a quarta alta consecutiva do indicador, que agora se situa no mesmo nível registrado para fevereiro, pré-pandemia”, completou o documento.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.

Especial Resultados 3T20 já disponível

Confira os relatórios e comentários sobre o desempenho das empresas neste trimestre.