ANP: preço médio do etanol sobe em 15 Estados e no DF na semana

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

Os preços médios do etanol hidratado subiram em 15 Estados e no Distrito Federal nesta semana, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado pelo AE-Taxas. A cotação do biocombustível caiu em outros 10 Estados e ficou estável no Amapá.

Nos postos pesquisados pela ANP em todo o País, o preço médio do etanol caiu 0,18%, a R$ 2,741, em comparação com R$ 2,746 na semana anterior. Em relação aos últimos 30 dias, quando o preço era de R$ 2,681, a alta foi de 2,24%.

Em São Paulo, principal Estado produtor, consumidor e com mais postos avaliados, a cotação média do hidratado ficou em R$ 2,553, representando elevação de 0,08% ante a semana anterior (R$ 2,551) e subiu 2,41% na comparação com os últimos 30 dias (R$ 2,493). No Tocantins, o biocombustível registrou a maior alta porcentual na semana, de 3,69%. A maior queda semanal, de 2,28%, foi verificada na Bahia.

Na comparação mensal, os preços do etanol subiram em 17 Estados e no Distrito Federal e cederam em outros 9 Estados. O Estado que registrou a maior alta porcentual na comparação mensal também foi Tocantins, com elevação de 9,07% no preço do etanol hidratado. A queda mais expressiva foi verificada no Amapá (-6,23%).

O preço mínimo registrado na semana passada para o etanol em um posto foi de R$ 2,099 o litro, em São Paulo, e o menor preço médio estadual, de R$ 2,553, também foi registrado em São Paulo. O preço máximo individual, de R$ 4,79 o litro, foi verificado em um posto do Rio Grande do Sul e do Ceará. O Rio Grande do Sul também teve o maior preço médio, de R$ 3,954.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.