Acordo da Cielo com o Facebook para pagamentos via WhatsApp é suspenso

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

A modalidade de pagamentos por WhatsApp, anunciada na semana passado pelo Facebook, em parceria com a Cielo, foi suspensa pelo Banco
Central eo Cade.

A medida já havia impulsionado as ações da companhia de pagamentos a um recorde histórico de alta de 34,7% no pregão do dia 15 de junho.

O Banco Central determinou que a Visa e a Mastercad suspendessem a utilização do aplicativo para pagamentos e transferências de modo que
preservem o ambiente competitivo, enquanto é verificado se este vem seguindo todas as regras de finidades e ainda se existe algum risco para o
sistema.

O Cade impôs uma medida cautelar para suspender a operação a fim de apurar os impactos do acordo Cielo-Facebook que, em sua visão, traz potenciais “consideráveis riscos à concorrência”, já que a base
de cliente do WhatsApp “seria de difícil criação ou replicação por concorrentes da Cielo“.

O órgão ainda adicionou que não havia qualquer indício de que o negócio seria submetido ao seu julgamento. “Apoiamos o projeto PIX do Banco
Central, e junto com nosso parceiros estamos comprometidos em integrar o PIX aos nossos sistemas quandoestiver disponível”, diz porta-voz do WhatsApp, em nota. Em comunicado, a Cielo afirma que suspendeu os serviços.

Guide Investimentos

Impacto: Negativo. As ações da companhia deram um grande salto no dia 15 de junho, após a divulgação da notícia de parceria com o Facebook, que permitiria pagamentos via WhatsApp, a suspensão deste deve voltar a gerar incertezas com relação ao posicionamento da companhia no mercado, frente a sua principal concorrente, a Stone.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.