BRF SA (BRFS3) – Acordo para encerrar Class Action e pagamento de US$ 40 milhões

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

A empresa informa que o Acordo visando o encerramento da Class Action intitulada “In re BRF S.A. Securities Litigation”, 18-cv-2213 (PKC), movida contra a companhia e determinados executivos; foi aprovado pelo Tribunal Distrital Federal dos Estados Unidos da América, na cidade de Nova York.

Conforme o Acordo, a BRF pagou a quantia de US$ 40 milhões para encerrar todas as demandas pendentes e que possam vir a ser propostas por pessoas ou entidades que compraram ou de outra forma adquiriram American Depositary Receipts – ADRs de sua emissão entre 04 de abril de 2013 e 05 de março de 2018.

O Acordo não implica reconhecimento de responsabilidade ou de prática de atos irregulares pela BRF ou seus executivos. Ao preço de R$ 18,42/ação (valor de mercado de R$ 15,0 bilhões) a ação BRFS3 registra queda de 47,7% este ano. O preço justo de R$ 30,00/ação, aponta para um potencial de alta de 62,9%.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Leia também