Setor de Supermercados: Aumentos nos preços vêm pressionando as companhias do setor

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

Socopa

Segundo a Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), o setor tem sofrido “forte pressão” por aumentos de preços de itens da cesta básica.

A Associação comunicou a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), do Ministério da Justiça, sobre reajustes generalizados praticados pela indústria, alertando-os sobre riscos de desequilíbrio entre a oferta e a demanda em momento de crise sanitária.

A maior pressão está em itens como arroz, feijão, leite, carne e óleo de soja, que segundo a Abras, sofreram aumentos.

A alta nos itens é explicada pelos aumento das exportações em período de alta do dólar, queda das importações e elevação no consumo interno, após início das medidas de isolamento social, com os consumidores passando a se alimentar mais em casa.

Impacto: Marginalmente Negativo. Após a implementação de medidas de isolamento social, os consumidores passaram a se alimentar mais em casa, o que impulsionou o consumo interno em supermercados. Ao mesmo tempo, as exportações aumentaram, em período de alta do dólar, e as importações diminuíram. A redução na oferta pressionou os preços de itens da cesta básica para cima.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também