A Urgência para 2021

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Os números não são exatos, porque não se trata de aula de matemática, mas confiáveis porque extraem uma boa média. Este ano o país deverá fechar com um PIB entre 5% e 6% negativos, 14 milhões de desempregados e cerca de 211 milhões de pessoas para serem vacinadas contra o novo coronavírus.

No alvorecer desta última semana do ano, mais de uma dezena de países já terá vacinado parte de sua população. A Nova Zelândia, da simpática e competente primeira-ministra Jacinda Ardem, terá quase três vezes o necessário em vacinas para imunizar os seus 5 milhões de habitantes. Comprou a mais mesmo – não foi erro de cálculo – para doar aos vizinhos mais pobres.

A Covid-19 que paralisou o mundo, especialmente no primeiro semestre do ano, deixou ensinamentos para alguns humanos. O mais óbvio é que se o vírus amaldiçoou a economia, gerando quebradeira, desemprego e desesperança, ele precisa ser combatido ou, pelo menos, anulado até que se encontre a cura da doença que provoca. Para tanto é preciso vacinar a população. Alguém dizer que `não dá bola pra isso` não é propriamente uma atitude de coragem, tampouco humanitária.

Uma vez mais há que se torcer para que o cientista Lavoisier – personagem do século XVIII, considerado o pai da química moderna – esteja certo quando diz que na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma. Que Assim Seja, pois a transformação – e com ela, a renovação/inovação – nos enche de esperança.

CEDAE

Governador em exercício Cláudio Castro e o ministro Paulo Guedes, da Economia, fecharam a data de 29 de dezembro; terça-feira, para a venda da CEDAE, a estatal de saneamento do Rio de Janeiro.

No último dia 23 o Conselho de Administração da companhia aprovou o processo de concessão. Cálculos preliminares estimam potencial de R$ 10 bilhões. Na área de saneamento, a CEDAE é um dos principais ativos do BNDES.

CEDAE 2

Dos 64 municípios atendidos pela estatal, 34 participarão desta primeira fase de privatização. No estado do Rio, cerca de 50% das cidades não têm coleta de esgotos e dois terços disso não recebe tratamento.

Estimativas dão conta que metade da água produzida é desperdiçada, entre vazamentos constantes e “gatos”.

No dia 24 ainda, véspera de Natal, em que ficou decidida a publicação do edital de privatização, o ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), manteve o Rio de Janeiro no Regime de Recuperação Fiscal.

MARCO

Cinco meses após a sanção do Marco Legal do Saneamento Básico, o presidente Bolsonaro editou o decreto, no dia 24 último, para regulamentar os repasses a governos locais, a fim de apoiar as licitações. Isto porque agora é regra a realização de licitações para contratação de companhias de água e esgoto e o novo modelo prevê que a iniciativa privada poderá disputar concorrências em condições de igualdade com as estatais. 

Como lembra a Agência Brasil, o saneamento, no país, compete aos municípios ou a consórcios de municípios; e a União deverá apoiar governos locais para a formulação de processos licitatórios.

NAV

O presidente da República assinou lei que cria a NAV Brasil Serviços de Navegação Aérea. Por ser uma cisão da Infraero, o governo garante que não haverá contratação de pessoal e aportes de recursos na novíssima estatal.

Vinculada ao Ministério da Defesa, por meio do Comando da Aeronáutica, a NAV bolsonarista tem como função administrar, operar, implementar e explorar a infraestrutura destinada à prestação de serviços da navegação aérea.

MARIANA

Não será fácil esquecer o 5 de novembro de 2015. Nessa data ocorreu o que se chamou de o pior acidente da mineração brasileira. Ainda viria a hecatombe de Brumadinho, 38 meses depois, cuja barragem de rejeitos era controlada pela mesma Vale… mas esta é uma outra história.

O fato recente é que a Samarco Mineração (empresa controlada pela Vale) comunicou, no último dia 23, a retomada gradual de suas operações nos Complexos de Germano (em Mariana/MG) e Ubu (Anchieta/ES).

De acordo com a agência Estado, as operações começaram com utilização de um dos três concentradores em Germano e com uma das quatro usinas de pelotização de Ubu, representando 26% da capacidade produtiva da Samarco.

VERDES

O Bradesco anunciou a emissão de R$ 1,2 bilhão em títulos verdes.  Trata-se de emissão atrelada a critérios ESG, tornando-se, assim, o primeiro banco de varejo a captar com o ´carimbo´ da sustentabilidade.

A emissão tem por objetivo o financiamento de usinas solares e eólicas (principalmente), bem como áreas que promovam a economia de baixo carbono. O selo verde foi concedido pela Sitawi.

A operação realizou-se por meio de letra financeira, com oferta privada no mercado interno, tendo prazo de 30 meses e taxa de CDI+0,60%.

RECOMPRA

Em Fato Relevante divulgado, o Bradesco anunciou a recompra de ações. O Conselho aprovou a renovação do programa de aquisições de ações de própria emissão para permanência em Tesouraria e posterior alienação ou cancelamento, sem redução do capital social.

Com isto, a diretoria está autorizada a recomprar – entre 28/12/20 e 28.06.22 – quantia até 15 milhões de “ações nominativas-escriturais, sem valor nominal, sendo até 7,5 milhões ordinárias e até 7,5 milhões preferenciais, competindo-lhe definir a oportunidade e a quantidade a ser efetivamente adquirida, dentro dos limites autorizados”.

NOVO PROGRAMA      

O Conselho de Administração da Sul América aprovou o encerramento do Programa de Recompra de Ações (autorizado em maio último); em razão de ter atingido seu limite, com a aquisição de 13.997.551 units.

Na mesma reunião foi aprovado um novo Programa de Recompra, de até 5.399.237 units, representativas de ações ordinárias, e 10.798.474 de ações preferenciais, correspondendo a 2% das units em circulação no mercado. Os recursos para tal terão origem nas reservas de lucro e de capital disponíveis.

ECOFUTURO

O Instituto Ecofuturo, organização sem fins lucrativos mantida pela Suzano, comemora uma década de seu programa de educação ambiental denominado “Meu Ambiente”.  

Para marcar a data, a entidade lançou a publicação “Nosso Ambiente: 10 anos educando na natureza”. Nessa década participaram do programa 250 educadores da rede pública de Bertioga, Mogi e Suzano, interior de São Paulo, no entorno do Parque das Neblinas, próximas à reserva da companhia gerida pelo instituto.

RESERVAS

A Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS) lançou livro, neste mês, sobre o trabalho pioneiro em restauração e conservação do bioma Mata Atlântica.

“Reservas Naturais: 20 anos de História” trata das técnicas utilizadas; relacionamentos construídos e resultados no desenvolvimento social e econômico de moradores locais, no litoral norte do Paraná. O trabalho teve apoio da ONG The Nature Conservancy e das empresas Chevron, General Motors e American Electric Power.

A versão digital pode ser acessada pelo site www.spvs.org.br .

IPO

A Boa Safra, companhia produtora de sementes, com forte atuação no Centro-Oeste, e também nas regiões Sudeste, Norte e Nordeste, entrou com pedido de oferta primária, na CVM.

No mesmo pique está a CTC, empresa de biotecnologia (com base na cana de açúcar), esperando uma boa janela em 2021 para vir a mercado.

FELIZ 21

Em julho de 2020 estreamos a coluna. Este é, portanto, um momento de agradecimento a todos os parceiros – a começar pela diretoria do Portal Acionista –  que acreditaram na ideia de que a informação é o melhor remédio.

No dia 11 de janeiro a Via Sustentável voltará à carga, para um ano renovadíssimo de esperança. Feliz 2021 !

Se inscreva para ser notificado quando um novo post for publicado.

Além de diversos conteúdos do mercado financeiro em um lugar para você ler, comparar e decidir.

Nelson Tucci

Nelson Tucci

Repórter em veículos como Folha de S.Paulo e O Estado de S.Paulo, atuou também como apresentador do programa ECO Negócios, na ECO TV. É MBA em Comunicação e Relações com Investidores e diretor na Virtual Comunicação.

Você pode se interessar por

Publicidade

Receba notícias pelo Telegram

Leia também

Tire dúvidas sobre investimentos

Últimas atualizações sobre

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Fique por dentro

Se inscreva para ser notificado quando um novo post for publicado.

Além de diversos conteúdos do mercado financeiro em um lugar para você ler, comparar e decidir.

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.