Publicidade
Publicidade

A Empresa Familiar e as Condições para sua Perpetuação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

O que é uma empresa familiar?

A empresa familiar é a forma de predominante de empresa no Brasil e no mundo e, estima-se que este modelo de negócios gere mais de 60% dos empregos nacionais, ou seja, é a grande impulsionadora do desenvolvimento local.

Os conceitos para sua definição são diversos, sendo que abaixo estão alguns, a saber:

Publicidade



– Empresa cuja propriedade e administração estão nas mãos de uma ou mais pessoas da família;

– São empreendimentos iniciados por um membro da família, que as passou ou tem intenção de passar a um herdeiro direto ou parente por casamento;

– Outra versão se baseia em três pontos principais:

  • Iniciada por um membro da família; que possui membros da família participando da propriedade e/ou direção;
  • Que se respalda em valores institucionais identificando-se com um sobrenome de família ou com a figura do fundador;
  • E sucessão ligada ao fator hereditário.

Embora existam várias abordagens sobre o tema, talvez uma simplifique e defina bem o que são as empresas familiares:

  • São aqueles negócios desenvolvidos a partir do sonho do fundador, e que são pautados pela hereditariedade. Quando há herdeiros, há que se considerar a preparação do sucessor, a manutenção dos valores de quem construiu o negócio, e a perpetuação da empresa para as próximas gerações.

A identidade de uma empresa familiar, portanto, está embasada em quatro pilares, que foram adotados pelo fundador no início do negócio, a saber:

  • Palavra /Credibilidade;
  • Perseverança;
  • Carisma / Liderança;
  • Cultura.

No início, a palavra é tudo o que o fundador possui como forma de garantia, ou seja, toda sua credibilidade fica pautada na concretização de suas ações. Se o sucessor estiver consciente da força que tem a palavra dada, a confiança que os clientes depositaram no seu antecessor também será transmitida a ele.

Além disso, é importante que a futura geração conheça a trajetória de vida do fundador, a fim de compreender a importância da sua perseverança e do seu esforço na condução da empresa. Os herdeiros que sabem das dificuldades enfrentadas tendem a valorizar mais os negócios da família.

A liderança e o carisma são as únicas características que o patriarca não consegue transmitir ao seu sucessor, pois características comportamentais são moldadas a partir da trajetória de vida de cada um.

O sucessor deverá, além de apresentar capacidade necessária para assumir a gestão, possuir e transmitir os valores que simbolizam a organização.

A palavra, a credibilidade, a perseverança, a liderança e o carisma foram os pilares de apoio na formação e expansão do negócio, formando a cultura empresarial. Um planejamento sucessório consiste em manter esse conjunto de valores, transferindo-os às próximas gerações.

Neste ponto cabe uma ressalva:

Herdeiro é quem herda; sucessor é o que assume uma empresa. Nem todo herdeiro é sucessor, nem todo sucessor é herdeiro. Porém, todo herdeiro será sócio amanhã, e tem obrigação de conhecer o negócio que será seu.

Independentemente do fato do fundador ser sucedido por um herdeiro ou por administrador profissional, a continuidade deve ser realizada com o planejamento sucessório, além de inclusão de ações de Governança Corporativa, sendo este um instrumento de profissionalização e de transparência, que permite a redução dos conflitos entre parentes. Com estes dois requisitos cumpridos (Planejamento Sucessório e Profissionalização), a empresa seguirá por muitas gerações.

Domingos Ricca

Domingos Ricca

Sócio-Diretor da Ricca & Associados Consultoria e Treinamento, Conselheiro Fiesp e Conselheiro do COMPI - Conselho Superior da Micro, Pequena e Média Indústria , sócio da Revista Empresa Familiar. Consultor especializado em Empresas Familiares. Certificado em Governança Corporativa pela SQS Suíça e Fundação Vanzolini. Idealizador e apresentador do Programa Vida de Empresário.

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Acionista consome. Acionista investe.

Você consome das
empresas em que investe?

Receba notícias pelo Telegram

Publicidade

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.